Obstetrícia

  1. Definição Estática Fetal
    As relações do feto com a bacia e com o útero
  2. Avaliação da Estática Fetal
    Image Upload 1
  3. A Estática Fetal se caracteriza em:
    • Atitude
    • Situação
    • Posição 
    • Apresentação
  4. Variedade de Posição:
    • Ponto de referência entre apresentação fetal e pelve da mãe
    • Image Upload 2
    • Image Upload 3

  5. Manobras de Leopold
    • 1º Tempo: Situação – duas mãos no fundo do útero → se tem polo, é transverso!
    •  2º Tempo: Posição – uma mão em cada lado → saber onde está o dorso
    •  3º Tempo: Apresentação – sentir o polo fetal que se coloca em direção ao canal de parto
    •  4º Tempo: Altura de apresentação – penetrar na bacia → saber se insinuou

    Image Upload 4
  6. Flexão x Deflexão
    • Fletida ou Occipital: referência → Lambda
    •  Apresenta o menor diâmetro: subocciptobregmático
    •  Ideal para nascer!
    • Defletida 1ª ou Bregmática: referência → Bregma.

    • Defletida 2ª ou Fronte: referência → Glabela
    •  Não costuma nascer de normal

    • Defletida 3ª ou Face: referência → Mento
    •  Pode nascer de parto normal

    Image Upload 5
  7. Diâmetro Occipitofrontal:
    Distância entre os ossos occipital e frontal, com medida aproximada de 11 cm
  8. Diâmetro Occipitomentoniano
    • Estende-se do occipital até o mento.
    • Mede 13,5 cm.
    • É o maior diâmetro do polo cefálico fetal.
  9. Diâmetro Suboccipitobregmático
    • Inicia-se na região inferior do occipital e termina na fontanela bregmática.
    • Mede aproximadamente 9,5 cm.
  10. Suturas
    • Interfrontal ou metópica: A sutura que separa os ossos frontais.
    • Sagital: entre os dois ossos parietais.
    • Coronal: entre os frontais e os parietais.
    • Lambdoide: entre os parietais e occipital.
    • Temporal: entre os parietais e temporais.
  11. Fases clínicas do Parto
    •  Dilatação (1º)
    •  Expulsão (2º)
    •  Secundamento (3º)
    •  4º período
  12. Dilatação – inicia com o trabalho de parto, que se define por:
    • Colo útero → 3-4 cm com dilatação progressiva
    • Contrações → 2-3 p/ 10 min, rítmicas e regulares

    • Duração aproximada: primíparas – 10 a 12 horas; multíparas – 6 a 8 horas.
  13. Expulsivo (2º período)
    Inicia-se após a dilatação total, termina com a expulsão COMPLETA do feto


  14. Secundamento – saída da placenta (<30min)
    • Baudeloque-Schultze: saída como guarda-chuva, a placenta sai antes do coágulo, face membronosa/fetal
    • Baudeloque-Duncan: a placenta sai com hemorragia, sai com a face cruenta/materna
  15. O que é discinesia?
    São as alterações da dinâmica uterina durante o trabalho de parto.

    • Alteração de diminuição da dinâmica
    • Ou um aumento, quando a atividade uterina está exagerada
  16. Apagamento e dilatação do colo
    Image Upload 6
  17. Partograma
    Image Upload 7
    Representa a dilatação (triângulo) e a altura da apresentação (bola); os quadrados são as contrações


    Fase Ativa Prolongada: dilatação <1cm/h em 2 toques com intervalo de 2h

    Parada Secundária da Dilatação: dilatação parada por 2 horas → Desproporção céfalo-pélvica e fazer cesárea ou falta de motor e dar ocitocina > avaliar o motor

    Parada Secundária da Descida: dilatação total e altura parada por 1 hora

    Período Pélvico Prolongado: dilatação total e descida lenta (não parou!)

    Período Precipitado (taquitócito): dilatação, descida e expulsão < 4h

Author
Evertonest
ID
348656
Card Set
Obstetrícia
Description
matéria da prova
Updated